Sim, isso sou eu. Eu acho...

Coisas que eu tenho vontade de dizer, mas ninguém quer ouvir.

Eliminando o cansaço com uma caneca de chá. #Tea #Life #Time #Tired #cup #Food
Depois de incontáveis dias,  finalmente chegou!  #Always  #HarryPotter #Books #life #Coleção #HarryPotterAMagia doCinema #HPMovies
Gente é bonitinha e tals mas,  tem tanta coisa pra fazer na cidade e o cara faz uma fonte…  Sem contar que estamos em uma época de seca. #Catanduva #City #Vergonha #NãoCurti #Política #Desnecessário
Formanda #Jornalismo #Graduação  #Faculdade #Beca #Life #TheEnd

Luzes da Cidade

As luzes da cidade são ofuscadas pelo embaçado do vidro. A noite está fria, mais ou menos 5 graus, algo incomum para o interior de São Paulo. Procuramos um lugar para comer após sairmos de casa para comprar ração para o gato.

As pessoas estão mais quentes em dias frios e talvez mais frias em dias quentes. Hoje talvez, eu não busque calor humano e sim uma sopa bem quente e saborosa que me faça esquecer o quanto é árduo sobreviver nesse mundo sem felicidade.

Dentro do restaurante tudo é tão superficial, e calmo, mas se olharmos para fora, tem um bar do outro lado da rua, onde prostitutas dançam ao som de uma música de karaokê, cantada por mais um coitado sem amor dentro de casa, que procura no submundo uma máscara de felicidade momentânea.

Sento e tomo minha sopa, meu marido ao meu lado, saboreando um espaguete. Fico pensando o que aquelas pessoas do outro lado da rua comeram nesse dia, o que pessoas em suas casas estariam comendo enquanto elas dançam. O que cada pessoa naquele bar procura?

O que eu procuro?

Se soubesse que era tão fácil, teria feito antes #Panquecas #Pancakes #Breakfast #Life #Food
Aquisições das últimas semanas. A Biografia do #TheSmiths foi presente de aniversário do meu amor @adilsonolivio  #Books #BookLovers #Life #Love #Livros #Leitura #LivrosdaSemana #Vício
A simpatia do Frodo Bolseiro me mata!  #TapaNaCara #Cats #Life  #Love #MyPets #Amo
Bebê lindo!  #Pure #Life #Love #Baby #smile #Beautiful

FIM

O tumor está se formando, eu sinto a metástase. Esse ódio que me consome. Eu sinto isso por mim, por você, pela vida, pela existência, pelas pessoas que cercam meus dias malditos.
Conto cada minuto de desespero e vazio. Por que sinto esse vazio? eu teria que senti-lo? por que eu amo alguém que me faz feliz e que me deixa tão vazia e triste em alguns segundos?
Ele me dá a alegria e o tédio. Me completa e me esvazia. Traz a lucidez e as trevas.
Queria me calar e dormir.
Esse mundo não tem lugar pra mim. Pode ser um clichê de adolescente depressivo, mas nunca esteve tão real nesse rastro de escrotice que é a minha vida.
Eu levanto, tomo banho, vou ao açougue, compro pedaços de um cadáver muito apreciado entre os humanos, tomo um copo de álcool de qualquer marca e quando acaba, ainda estou vazia.
Há tempos não tenho uma conversa que realmente me ensine algo, há tempos não me sinto bem, não durmo, não apago a luz ao me deitar.
O reflexo do espelho não é convidativo. As cores nunca me agradaram. Meus textos são péssimos.
A solidão sempre foi convidativa, minha vida estava bem, de certa forma, agora eu vivo pelas preocupações. Preocupações em manter minha sanidade e manter a dele. Comprar presentes, agradá-lo, sorrir sempre quando não tenho vontade. Ser feliz. Eu já fui e bem feliz, sozinha. Hoje a minha felicidade depende de outra pessoa e acho isso patético.
Eu sou patética.